Cialis Preço Do Medicamento

  • Serviço Privado e Condidencial Os seus dados são mantidos em sigilo e são apenas utilizados pelos médicos. A entrega é feita em pacote discreto e não há detalhes do serviço na cobrança.
  • Apenas medicamentos originais As nossas farmácias estão no Reino Unido e só fornecem medicamentos originais mediante prescrição fornecida por um de nossos médicos.
  • Entrega em 24 horas Todos os pedidos feitos antes das 16h são processados dentro do mesmo dia, para que assim a entrega seja realizada no dia seguinte.

Login do Paciente

  • Serviço privado e confidencial Embalagem discreta e pagamento confidencial
  • Apenas medicamentos originais Medicamentos enviados da nossa farmácia registada no Reino Unido
  • Tudo incluído no preço Consulta médica, prescrição e entrega em 24h
  • Entrega em 24 horas

Viagra, Cialis ou Levitra?

Apesar de o Viagra, o Cialis e o Levitra actuarem de forma muito semelhante, existem diferenças que deve conhecer. Conhecer estas diferenças permite interagir com maior facilidade e conhecimento durante a consulta médica. Pode considerar o seguinte quadro com o resumo de cada um dos medicamentos disponíveis actualmente, quando procurar ajuda médica para resolver os seus problemas de disfunção eréctil ou impotência.

Todos os medicamentos actualmente disponíveis para o tratamento desta condição estão sujeitos a prescrição, pelo que a consulta com um médico é obrigatória para que seja recomendado o tratamento mais eficaz e com menos riscos para o paciente.

Por a procura de ajuda médica fisicamente nem sempre ser uma solução para adquirir estes medicamentos, muitos homens acabam por procurá-los na internet. A 121doc disponibiliza uma alternativa de confiança a estes pacientes, permitindo uma consulta online grátis em forma de questionário para a avaliação do estado de saúde do paciente e garantir a prescrição segura do tratamento. No caso de não saber que medicamento escolher de acordo com as suas necessidades para proceder à consulta, faça o teste abaixo.

Tabela comparativa entre o Viagra, Cialis e Levitra

Qual a diferença entre o Viagra, o Cialis e o Levitra?

É importante ter em conta que, embora não existam grandes diferenças entre os três medicamentos em termos de eficácia, mecanismo de acção, contraindicações e efeitos secundários, o Cialis, o Viagra e o Levitra diferem no formato em que estão disponíveis, na dose, na forma de ingestão e sobretudo na duração da sua eficácia. Para além das diferenças no preço.

  • Formas disponíveis: Ao contrário do Viagra, apenas disponível num tipo de comprimidos para toma consoante a necessidade, o Cialis e o Levitra também estão disponíveis para toma diária e na forma orodispersível, respectivamente.

Deve ter em mente que a sua escolha não deve ser definitiva. Pode começar a tomar um medicamento para a disfunção eréctil e experimentar outro consoante as suas necessidades. Por exemplo, pode tomar Viagra ou Levitra durante a semana e no fim-de-semana ou nas férias optar pelo Cialis.

  • Efeitos e duração de acção: Se muitos pacientes preferem tomar Cialis pela sua ampla janela de acção, outros optam pelo Viagra ou Levitra precisamente pelo seu princípio activo permanecer em circulação durante menos tempo. O Viagra tem um efeito mais curto e mais preciso, no entanto, os efeitos secundários associados a este tratamento são igualmente um factor decisivo. O Cialis tem um efeito mais prolongado, porém, isto faz com que a sua acção também seja menos intensa.
  • Qualquer que seja o medicamento que escolha, também é importante ter em conta que se este não for eficaz, pode haver outro que seja uma melhor opção e tenha uma maior eficácia. Relembre-se que pode demorar algum tempo a habituar-se aos medicamentos e a recuperar a erecção, pelo que estes podem exigir mais do que uma tentativa antes de se revelarem eficazes. Numa primeira abordagem, recomenda-se que comece pela dose mais baixa ou intermédia, podendo esta ser aumentada ou reduzida consoante os efeitos observados e desejados pelo paciente.

    O que têm em comum?

    Em primeiro lugar, é importante ter em mente que o Viagra, o Cialis e o Levitra têm mecanismos de acção, eficácia, contraindicações e efeitos secundários muito semelhantes entre si. Estes são medicamentos do mesmo tipo e pertencem ao grupo dos inibidores da PDE-5.

    Todos os medicamentos inibidores da PDE-5 agem da mesma forma para ajudar a relaxar os vasos sanguíneos do pénis, permitindo o fluxo de sangue. O resultado é uma melhoria da função eréctil. Nenhum medicamento leva a erecções se o homem não tiver apetite sexual. Para que uma erecção ocorra, o homem deve primeiro obter uma boa excitação sexual, como acontece naturalmente, através de um estímulo físico, psicológico ou visual.

    Como todos os medicamentos, o Cialis, o Viagra e o Levitra não são eficazes em todos os homens. Cerca de 1 em cada 5 homens relataram não beneficiar do uso de um dos três medicamentos orais para a impotência ou disfunção eréctil. O problema pode dever-se a não ter deixado passar tempo suficiente para o efeito, ter deixado passar muito tempo, ter tomado uma dose muito baixa ou pela falta de estimulação sexual.

    Nem todos os homens sofrem os efeitos secundários ao usarem estes medicamentos. No entanto, os relatos são semelhantes: dores de cabeça, dor abdominal, dores de costas e musculares. Um ajuste da dose pode ajudar se tiver algum problema após tomar medicamentos para a disfunção eréctil.

    Todos estes tratamentos para a disfunção eréctil (Viagra da Pfizer, Cialis da Lilly ou Levitra da Bayer) são medicamentos sujeitos a receita médica. A prescrição pode ser emitida pelo seu médico de família, urologista ou andrologista. Também pode requerer a sua prescrição através de uma consulta online com um dos nossos médicos especialistas. de forma a avaliar qual a melhor opção de tratamento para si.

    Quer o Viagra, o Cialis ou o Levitra não podem ser prescritos a homens que tenham sofrido um ataque cardíaco ou um acidente vascular cerebral (AVC) nos últimos 6 meses, àqueles que sofrem de arritmia grave, tensão arterial elevada ou baixa, condições genéticas que afectem a retina, deformações anatómicas do pénis (tais como angulação, fibrose cavernosa, ou doença de Peyronie), ou a pacientes que sofram de condições que possam predispor para o priapismo, como por exemplo anemia falciforme, mieloma múltiplo ou leucemia.

  • Interacção com outros medicamentos

    Estes tratamentos podem interagir de forma negativa com todas as substâncias e medicamentos à base de nitratos (como a nitroglicerina usada para a angina ou medicamentos designados por «poppers»), alfa-bloqueadores, medicamentos usados para a tensão alta e para a próstata.

    Atualizado em 11 de agosto de 2016

    • Serviço Privado e Condidencial Os seus dados são mantidos em sigilo e são apenas utilizados pelos médicos. A entrega é feita em pacote discreto e não há detalhes do serviço na cobrança.
    • Apenas medicamentos originais As nossas farmácias estão no Reino Unido e só fornecem medicamentos originais mediante prescrição fornecida por um de nossos médicos.
    • Entrega em 24 horas Todos os pedidos feitos antes das 16h são processados dentro do mesmo dia, para que assim a entrega seja realizada no dia seguinte.

    Seja bem-vindo ao nosso novo Website

    • Serviço privado e confidencial Os seus dados são mantidos em sigilo e só são utilizados pelos médicos. As entregas são feitas em pacotes discretos e não há detalhes na cobrança.
    • Apenas medicamentos originais As nossas farmácias estão no Reino Unido e apenas fornecem medicamentos originais. Os nossos médicos emitem a prescrição adequada para o seu caso.
    • Entrega em 24 horas Todos os pedidos realizados antes das 16h são processados no mesmo dia, para que assim sejam entregues aos pacientes no dia seguinte.

    Login do Paciente

    Cialis

    O Cialis contém o princípio tadalafil e apresenta resultado em apenas 30 minutos. O maior benefício deste medicamento quando comparado com os outros tratamentos disponíveis é a sua duração de 36 horas. Ressaltamos que a duração de 36 horas refere-se a momentos de estimulo sexual, ou seja, a erecção apenas acontece se houver o estimulo sexual. Caso contrário o mesmo não apresentara nenhum efeito.

    • Acção em no máximo 30 minutos após a toma
    • Efeitos prolongados, comprimido do final de semana
    • Contém o principio ativo do tadalafil

    Nosso serviço é licenciado:

    Dose

    10mg — Dose inicial recomendada aos homens com os primeiros sintomas de impotência

    20mg — Quando a dose de Cialis 10mg não tem os efeitos pretendidos ou para casos mais severos de impotência

    Tamanho da embalagem

    Quais são as vantagens?

    O Cialis permanece no organismo até 36 horas. o que significa que pode ter os mesmos efeitos do Viagra e do Levitra durante mais tempo. Os efeitos de longa duração do Cialis (tadalafil) permitem aos homens uma maior liberdade de escolha acerca de quando querem fazer sexo, motivando relações sexuais mais espontâneas .

    Como funciona?

    Quando está sexualmente excitado, um nucleótido denominado GMPc é libertado no seu corpo. Este químico relaxa os vasos sanguíneos do seu pénis e permite que mais sangue circule nos tecidos penianos. A PDE-5 é uma enzima que quebra o GMPc depois da erecção.

    Por vezes, os desequilíbrios no processo de erecção podem dever-se à PDE-5 actuar mais rápido do que é suposto, o que pode causar a perda da erecção ou que esta não seja de todo conseguida. O princípio activo do Cialis, o tadalafil, impede a actuação precoce da PDE-5, tornado mais fácil conseguir e manter a erecção .

    Que doses de Cialis existem?

    O Cialis apresenta-se em duas doses: 10mg e 20mg.

    As doses de Cialis são receitadas de acordo com os mais variados factores, como por exemplo, o número de vezes por semana em que é sexualmente activo, a fase em que a disfunção eréctil se encontra, condições de saúde de que sofra e medicamentos que esteja a tomar. Existem dois tipos de Cialis, o Cialis normal, que é tomado de acordo com a necessidade e o Cialis Diário ou Cialis Um por Dia, que é tomado diariamente como tratamento da impotência a longo-prazo.

    As doses de 10mg e de 20mg de Cialis são normalmente as doses prescritas pelo médico se for um homem saudável, sem quaisquer condições de saúde pré-existentes que possam ser afectadas pelo Cialis e no caso de não estar a tomar nenhum medicamento que possa reagir de forma negativa. Tanto a dose de 10mg como a de 20mg permanecem activas no corpo até 36 horas após ter tomado o medicamento. Por este motivo, o Cialis é também conhecido como «comprimido de fim-de-semana».

    Dose 10mg

    O Cialis 10mg é a dose mais baixa, sendo também a dose inicial recomendada. É geralmente prescrita a:

    • Pacientes propensos a sofrer efeitos secundários
    • Pacientes a tomar outros medicamentos, como por exemplo bloqueadores alfa
    • Homens com problemas de saúde subjacentes como doença renal ou hepática

    Benefícios da dose Cialis 10mg:

    • Reduz o risco de efeitos secundários
    • Trata a impotência na maioria dos homens
    • A dose pode ser aumentada se não for eficaz

    Dose 20mg

    O Cialis 20mg é a dose mais elevada e é geralmente prescrita a pacientes que não têm os efeitos desejados com a dose mais baixa. As pessoas mais indicadas a tomar o Cialis 20mg são:

    • Pacientes que já tomaram medicamentos para a impotência
    • Homens que não sofram os efeitos secundários do Cialis
    • Aqueles que actualmente não estejam a tomar medicamentos contra-indicados

    Benefícios da dose de 20mg:

    • Útil nos casos em que a dose mais baixa, de 10mg, não foi suficiente
    • Pode ser reduzida, se necessário
    • Capaz de tratar com sucesso a maioria dos casos graves de impotência

    Como tomar Cialis?

    Deve ser tomado apenas um comprimido de Cialis pelo menos 30 minutos antes da relação sexual. De outro modo, pode tomar o Cialis muito mais cedo e ainda assim experienciar os seus efeitos, uma vez que este se mantém no sistema até 36 horas. O Cialis está disponível nas doses de 10mg e 20mg. Os nossos médicos geralmente recomendam para primeira vez a dose de 10mg. Se enquanto tomar a dose mais baixa não experienciar os efeitos desejados, pode ser-lhe prescrita a dose mais elevada.

    O medicamento deve ser tomado tal como indicado pelo médico com ou sem alimentos. Tenha em conta que refeições pesadas podem atrasar a absorção do Cialis e o consumo de álcool em excesso pode potenciar alguns efeitos adversos. Antes de iniciar o tratamento, recomenda-se que consulte a bula do Cialis.

    Quem pode tomar Cialis?

    Os comprimidos de Cialis podem estar indicados se tiver mais de 18 anos e sofrer de dificuldades em conseguir ou manter a erecção. Pode também ser recomendada uma dose mais baixa de Cialis 5mg ou 2.5mg. que pode ser tomada diariamente para tratar os problemas de erecção, sendo uma boa opção para homens numa relação estável ou que queiram ter relações sexuais mais do que duas vezes por semana.

    Quem não pode tomar Cialis?

    Este medicamento pode não estar aconselhado se está actualmente a tomar medicamentos com nitratos para o coração ou para a tensão arterial, uma vez que o Cialis pode baixar a sua tensão arterial. Aos homens que sofrem de impotência e têm problemas de saúde subjacentes. como a diabetes, pode estar recomendado um tratamento para a impotência alternativo como o Levitra .

    Durante a consulta médica física com o seu médico ou online (incluída no preço do Cialis), deverá informar sobre quaisquer condições de que sofra ou quaisquer medicamentos que possa estar a tomar, sejam eles naturais, sujeitos a receita médica ou não. Para que o médico possa avaliar o seu estado de saúde da melhor forma possível e aconselhar o tratamento mais eficaz e seguro para si, forneça informações completas sobre o seu historial médico.

    Existem alguns medicamentos que não podem ser tomados com o Cialis. Estes medicamentos podem tornar-se perigosos e colocar a sua saúde em risco. Alguns medicamentos até anulam os efeitos do Cialis, o que poderá dar a impressão que o medicamento não funciona. É importante por isso assegurar-se, através de uma avaliação médica, que o Cialis é o melhor tratamento para a impotência recomendado para si.

    Não tome Cialis se:

    • Tomar nitratos: Os nitratos são frequentemente prescritos para tratar a angina de peito. Se forem tomados juntamente com o Cialis poderá sofrer de tonturas, desmaios ou até um ataque cardíaco. Alguns exemplos de nitratos são: trinitrato de glicerol, nicorandil e amilnitrato (nitrato de amilo).
    • Consumir produtos recreativos como «poppers»: O nitrato de amilo ou nitrato de butilo são dois exemplos de poppers. Se tomar poppers enquanto toma Cialis, correrá o risco de sofrer alguma das reacções mencionadas anteriormente, colocando a sua saúde em risco.
    • Tomar bloqueadores alfa: Os bloqueadores alfa são usados para tratar a pressão arterial elevada. Tomar Cialis com este tipo de medicamentos pode reduzir drasticamente a sua tensão arterial. No entanto, em certos casos, o médico pode ser capaz de ajustar as doses do medicamento de forma a poder tomar bloqueadores alfa e Cialis sem que o risco de efeitos secundários seja aumentado.
    • Tomar actualmente outros medicamentos para a impotência: Se sofre de impotência, tomar mais que um tipo de medicamento para a disfunção eréctil, de uma só vez, poderá ser perigoso e não vai, de maneira nenhuma, aumentar a eficácia do tratamento.
    • Tomar algum medicamento anti-fúngico ou medicamentos para o VIH: Não tome Cialis caso esteja a tomar algum medicamento anti-fúngico ou medicamentos para o VIH, porque este tipo de medicamentos pode aumentar a duração dos efeitos do Cialis. Isto pode ser perigoso porque aumenta a probabilidade de sofrer efeitos adversos.
    • Estiver a tomar Eritromicina: Tomar Cialis com Eritromicina pode originar reacções graves e ao mesmo tempo dificultar a sua capacidade de manter uma erecção. A Eritromicina é um antibiótico macrólido que é usado no tratamento de diferentes infecções bacterianas.
    • Estiver a tomar Adcirca: O Adcirca contém o mesmo princípio activo que o Cialis, o tadalafil, por isso não deve tomar os dois medicamentos ao mesmo tempo. O Adcirca foi concebido para o tratamento da hipertensão arterial pulmonar. Tomar estes dois medicamentos pode levar a uma overdose de tadalafil.
    • Comer toranja muito regularmente: A toranja pode influenciar a forma como o Cialis é absorvido pelo seu corpo, uma vez que reduz o nível de enzimas envolvidas na quebra de certos medicamentos para absorção. Ao comer toranja enquanto toma Cialis o efeito do medicamento pode permanecer no corpo mais tempo do que é considerado saudável.
    • Se estiver a tomar Hipericão: O Hipericão é um potenciador natural de humor que pode afectar a eficácia de certos medicamentos devido à influência nas enzimas hepáticas.

    Quais as precauções do Cialis?

    Medicamentos como o Cialis só estão disponíveis através de receita médica porque podem colocar em risco os homens que sofrem de certas condições de saúde. ou que estejam a tomar outros medicamentos. As precauções do Cialis devem ser tidas em conta porque se tomar Cialis sem considerar os avisos e riscos que existem, poderá estar a colocar a sua saúde em risco.

    Algumas pessoas fazem parte do grupo de risco para tomar Cialis porque tomam medicamentos regularmente ou sofrem de uma condição médica que não permite que possam tomar Cialis. No entanto, estas pessoas necessitam de estar atentas aos riscos envolvidos em tomar Cialis e seguir as instruções do médico quanto à dose correcta. Alguns homens podem simplesmente não estar aptos a tomar este medicamento, ou qualquer inibidor da PDE-5, devido à sua idade, condições médicas pré-existentes tratamentos que estejam a seguir.

    Cialis, preço e eficácia para tratar a disfunção erétil

    Impotência, um problema com soluções

    A disfunção erétil, também chamada de impotência sexual, é a incapacidade de obter e manter uma ereção firme o suficiente para a realização de atividade sexual. Homens com disfunção erétil costumam ter problemas com a sua autoconfiança e de estresse, que em muitos casos atingem a relação conjugal, resultando em problemas de relacionamento.

    Ter problemas de ereção de tempo a tempo não é necessariamente um motivo de preocupação uma vez que alguns fatores como o consumo de álcool, drogas ou o excesso de estresse podem comprometer a ereção. Por outro lado, se a disfunção erétil for um problema constante pode ser um sinal de um problema de saúde que necessita de tratamento como por exemplo pressão arterial alta, colesterol elevado, diabetes ou lesões nervosas. Também o uso de alguns medicamentos, ou hábitos pouco saudáveis ou tratamento para o câncer de próstata podem afetar a ereção.

    Cialis, fabricado pelo laboratório Teva, é um produto muito eficiente para tratar a disfunção erétil.

    >>> Veja preços praticados para o Cialis original.

    Como surgiu o Cialis

    Cialis é um dos medicamentos prescritos e usados no tratamento da disfunção eréctil, podendo também ser usado em casos de hiperplasia benigna da próstata. Em 1993 a empresa ICOS começou a testar um composto, o IC351, um inibidor da enzima fosfodiesterase tipo 5 (PDE5). Por coincidência, em 1994 durante ensaios clínicos, a empresa Pfizer descobriu que o citrato de sildenafil provocava ereção e doentes cardíacos. O citrato de sildenafil também é um PDE5, pelo que a empresa ICOS em 1995 começa os ensaios clínicos para o composto IC351, e em 1997 começaram os testes de modo a testá-lo como tratamento para a disfunção erétil.

    Em 1998, as empresas Eli Lilly e ICOS juntaram forças para comercializar o composto como tratamento para a disfunção erétil. Em 2000 entrou um novo pedido de medicamento na FDA para o IC351, agora chamado de Cialis. O Cialis foi aprovado em 2002 na Europa e em 2003 nos Estados Unidos para o tratamento da impotência sexual.

    O Cialis é algumas vezes chamado de pílula do fim-de-semana. Esta denominação deve-se ao fato de ter apresentado um melhoramento em relação aos outros medicamentos visto possuir um meio tempo de vida de 17 horas e meia, podendo o efeito deste durar até 36 horas. Isto pode ser mais importante para os homens na altura de decidir qual medicamento irá tomar. Mesmo que o Cialis preço seja igual ou superior ao dos medicamentos concorrentes, terá sempre a vantagem de possuir maior tempo de duração.

    >>> Tire suas dúvidas gratuitamente com um médico.

    Como tratar a disfunção erétil

    Mudanças no estilo de vida, incluindo a prática de mais exercício físico, deixar de consumir álcool e de fumar. pode resolver o problema.

    Se mesmo assim o problema persistir é possível recorrer ao aconselhamento médico. O médico fará aconselhamento, que ajuda os casais a lidar com os efeitos emocionais, e poderá indicar um dos seguintes tratamentos:

    • Medicação oral: a medicação oral é o tratamento mais comum na disfunção erétil. O médico pode prescrever algum dos comprimidos existentes no mercado como o Cialis, Viagra ou o Levitra.
    • Injeção: existem medicamentos que podem ser injetados no corpo do pênis e que causam uma ereção em minutos.
    • Dispositivos de vácuo: uma camara de vácuo que permite criar uma ereção. O pénis é inserido dentro da camara e o ar é bombeado para fora da camara. O vácuo criado permite que o pénis expanda e que o sangue flua por ele.

    Mecanismo de ação do Cialis

    A ereção ocorre quando o pénis se enche de sangue. Isto só é possível se os vasos sanguíneos que trazem o fluxo sanguíneo para o pénis dilatarem, aumentando o fornecimento de sangue. Ao mesmo tempo deve ocorrer uma contração dos vasos sanguíneos que removem o sangue do pénis para que o sangue acumule no pénis, resultando em uma ereção.

    Quando um homem é estimulado sexualmente é liberado óxido nítrico no pénis. O óxido nítrico faz a enzima guanilato ciclase produzir GMPc, uma substância que controla a dilatação e contração dos vasos sanguíneos no pénis. Contrariamente, a fosfodiesterase tipo 5 destrói o GMPc. Quando isso acontece os vasos sanguíneo retornam ao tamanho normal e a ereção acaba.

    O Cialis possui tadalafila, um potente inibidor seletivo da fosfodiesterase tipo 5. A estrutura química da tadalafila é semelhante à estrutura do GMPc competindo com este pela ligação à fosfodiesterase tipo 5, impedindo a destruição do GMPc, ou seja, a tadalafila permite prolongar a duração do GMPc, o que resulta numa melhor ereção e mais prolongada.

    A tadalafila não tem capacidade para produzir ereções por si só, sendo sempre necessária a presença de estímulos sexuais pois estes permitem a ativação do sistema óxido nítrico/GMPc.

    Os medicamentos alternativos Viagra (sildenafila) e Levitra (vardenafila) possuem o mesmo mecanismo de ação que o Cialis.

    >>> Leia mais a respeito do Cialis.

    Forma farmacêutica e dosagens

    O Cialis apenas existe na forma de comprimidos revestidos. Os comprimidos são de cor amarela e em forma de amêndoa. Existem em dosagens de 10 e 20 mg. Existem no mercado embalagens de 4 a 64 comprimidos, preenchendo as necessidades dos utilizadores ocasionais e daqueles que querem fazer um tratamento a longo prazo para os problemas de ereção. Nestas embalagens de Cialis preço varia conforme a dosagem de tadalafila e número de comprimidos.

    • 10 mg administradas oralmente, antes da atividade sexual. A dose máxima recomendada é 1 comprimido por dia na maioria dos doentes.
    • Alternativamente pode administrar-se oralmente 2.5 mg uma vez ao dia, independentemente de quando ocorrerá a atividade. Pode ser aumentada a dose para 5 mg uma vez ao dia, dependendo da eficácia e tolerabilidade.
    • Em casos de existir disfunção erétil e hiperplasia benigna da próstata em conjunto, a dose a administrar oralmente é 5 mg por dia, aproximadamente sempre a mesmo hora todos os dias. Doses para casos de hiperplasia benigna da próstata: administrar oralmente é 5 mg por dia, aproximadamente sempre a mesmo hora todos os dias.

    Este medicamento é normalmente tomado apenas uma vez por dia. Não se deve usar este medicamento em quantidades maiores ou menores que as indicadas. O comprimido de Cialis não pode ser partido ou dividido, pelo que deve ser tomado inteiro. Pode ser tomado com ou sem comida. É importante referir que a ingestão de alimentos ricos em gordura pode reduzir a eficácia do medicamento.

    Para a disfunção erétil a toma é realizada antes da atividade sexual, cerca de 30 a 60 minutos antes. nunca tomando mais do que um comprimido por dia.

    Se durante o ato sexual ocorrerem náuseas, tonturas, dores, dormência ou formigueiro no peito, braços, pescoço ou maxilar, deve ser cessada a atividade sexual imediatamente e entrar em contato com o médico imediatamente. Estes sintomas podem ser indicativos de um efeito adverso grave.

    Doentes que tomem remédios para a hipertensão arterial pulmonar não devem tomar Cialis. Não é recomendado o consumo de álcool. de outros medicamentos para a disfunção eréctil, de medicamentos para a ejaculação precoce ou de nitratos para o tratamento de condições cardíacas durante o tratamento. Estes medicamentos podem amplificar os efeitos adversos do Cialis.

    >>> Veja preços praticados para o Cialis original.

    Cialis, como todo remédio, requer cuidados

    A maioria dos homens que sofrem de disfunção eréctil pode utilizar este medicamento para aumentar e melhorar a sua ereção.

    Contudo é importante ter atenção a possíveis doenças ou toma de medicação concomitante que podem representar uma contraindicação para o uso de Cialis.

    • Também não pode ser tomado em simultâneo com outros medicamentos para a disfunção eréctil, como o Levitra ou o Viagra. nem com medicamentos indicados no tratamento da ejaculação precoce, como é o caso do Priligy.
    • As situações de diabetes, colesterol elevado e hipertensão arterial devem ser bem analisadas e avaliadas antes de se iniciar o tratamento com o Cialis. Nestes casos pode estar contraindicado o Cialis 20 mg e apenas ser recomendado o Cialis 10 mg.
    • Está contraindicado em doentes que estão tomando nitrato para problemas cardíacos ou angina de peito. A tadalafila potencia a ação destes medicamentos, podendo causar uma queda grave e súbita da pressão arterial. Sendo assim o Cialis é contraindicado em doentes com angina de peito ou com hipertensão.
    • Em homens com doença cardíaca, problemas de ritmo cardíaco, com história recente de insuficiência cardíaca congestiva ou acidente vascular cerebral.
    • Situações de hemofilia, anemia, leucemia ou outra alteração nas células sanguíneas.
    • Homens com úlcera no estômago ou deficiência hepática ou renal.
    • Pessoa que foram aconselhadas a não ter relações sexuais por motivo de saúde ou que sofram de doença de Peyronie ou alguma outra deformidade estrutural do pénis.
    • Este medicamento original foi especificamente concebido para o tratamento da disfunção eréctil nos homens, pelo que não está indicado no sexo feminino, sob perigo de ocorrência de efeitos secundários.

    Os efeitos adversos vão variar de pessoa para pessoa, dado que cada indivíduo reage de forma diferente ao medicamento.

    A maior parte dos efeitos secundários ocorrem de forma ligeira e temporária, uma vez que desaparecem à medida que os efeitos do Cialis desaparecem. Podem incluir dores de cabeça, congestão nasal, dispepsia, dores nas costas, rubor facial, tremores, diarreia e náuseas. Podem ainda ocorrer distúrbios visuais, que podem ser graves, ainda que raramente. O Cialis pode prejudicar o fluxo sanguíneo para o nervo óptico do olho, causando perda súbita de visão. Existe maior probabilidade deste efeito adverso ocorrer se o paciente tem hipertensão, diabetes, colesterol alto, certos problemas oculares pré-existentes ou doença cardíaca, sendo que mesmo assim só ocorre muito raramente.

    Também estão descritos casos raros de ereções dolorosas e duradouras. Se depois da toma a ereção durar mais de quatro horas, ou se for dolorosa, recomenda-se a procura de ajuda médica. Uma ereção prolongada pode danificar o pénis. Se estes efeitos se tornarem incómodos ou se agravem deve-se consultar um médico, uma vez que pode ser necessário o ajuste da dose ou suspensão do medicamento.

    >>> Tire suas dúvidas gratuitamente com um médico.

    Um eficácia comprovado contra a impotência

    Muitos médicos admitem que não é possível decifrar qual dos medicamentos, Viagra, Levitra e Cialis, é melhor no tratamento da disfunção erétil. Não existem estudos sólidos que comparem os três medicamentos, pelo que os médicos costumam encorajar os pacientes a tomar todas as opções por forma a decidir qual preferem.

    Seria mais fácil decidir, por exemplo, olhando para a eficácia do Viagra, a segurança do Levitra, ou de uma forma mais econômica, digitar no Google “Cialis preço” e comparar com os concorrentes, mas os médicos dizem que as escolhas dos pacientes incidem em todos as três opções.

    Alguns homens referem que os vários medicamentos possuem efeitos adversos semelhantes que incluem dor de cabeça e nariz entupido, enquanto outros indicam algumas diferenças. Além disso as três opções existentes possuem interações com outros medicamentos, como por exemplo nitratos.

    Um dos aspetos diferenciadores é o tempo de ação do Cialis. estando descritos casos de 36 horas de duração, muito superior as 4 horas de atuação dos outros dois medicamentos.

    Ainda existe a questão da forma farmacêutica. O Viagra apenas está disponível em comprimidos para toma consoante a necessidade, ou seja, apenas imediatamente antes do sexo. Por outro lado o Cialis e o Levitra para além de estarem disponíveis na mesma forma que o Viagra, estão ainda disponíveis em comprimidos de toma diária e na forma orodispersível, respetivamente.

    Alguns depoimentos demonstram a satisfação no uso de Cialis. obtendo uma classificação de 8.9/10 em cerca de 250 avaliações:

    • Um vendedor de carros de 67 anos, diabético, refere que usou a injeção peniana como tratamento para a disfunção erétil, mas mudou para Cialis: “Viagra nunca resultou comigo,” refere o homem “Mas o Cialis funciona”.
    • Outro homem diz “Comecei a usar com 56 anos, estou com 61 e sempre funcionou. No Cialis preço é compensado em eficácia.”

    >>> Leia mais a respeito do Cialis.

    Navegação de Post

    Related Posts:

    buy cialis 10mg uk
    è legale acquistare cialis online
    viagra vs cialis vs levitra prices
    cialis seriöse quellen
    cialis quanto costa in italia
    prezzo di vendita cialis
    what is the price difference between viagra and cialis
    how to get cialis online
    cialis online italy
    donde comprar cialis en costa rica